Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Conversas de café

por Prince Ezo, em 21.03.15

Estava com um casal amigo e um elemento do dito cujo dirige-se para o cônjuge que lhe diz com a voz mais diabética, melosa e açucarada de sempre "Amor, vamos para casa?" (Para ler a frase mais eficazmente, leiam de novo com voz de bebê cheio de comida na boca prestes a espirrar). Eu, claro, gozo com a situação como já os habituei a fazer quando me dizem: "Gostava de te ver na intimid..." e graças a Deus parou a meio. Como era de esperar, um sujeito depois de ouvir uma frase deste género só pensa: "Quer me ver foder, só pode!" Quando na verdade o que eles quiseram com isto era saber como falo com a minha cara metade quando estamos numa situação mais privada. Oh português, como és traiçoeiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:41



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D